domingo, 16 de setembro de 2012

tic-tac tic-tac



3:00 horas da madrugada.
Um barulho suave de um carro na rua, seguido por um barulho cortante de uma moto em alta velocidade.
            Uma foto na cabeceira, janelas fechadas e o leve murmurar do silêncio.
            A cama parece grande demais, estende os braços para longe do corpo, rola pela cama, tenta ocupar o espaço vazio, abraça as próprias pernas, depois se estica de novo. Percebe que mesmo que consiga disfarçar o vazio da sua cama, não poderia preencher o vácuo do seu coração.
            Era aquele o vazio que mais incomodava.

            A luz do abajur atravessa seus cabelos loiros, queima a pele de seu corpo e a faz se sentir estranhamente insuportável.
            Ouve vozes na rua, um barulho de passos apressados na calçada.
            A voz dela é alta, agitada e angustiada.
            A voz dele tão calma, doce e suave faz com que ela se acalme.
            O casal passa. O barulho também.
            Os ponteiros do relógio caminham devagar, não têm pressa, nenhum compromisso.
            Tic-tac, tic-tac.
            Mais passos do lado de fora.
            Dessa vez param em frente a sua porta.
            Uma batida leve, e então duas batidas rápidas.
            Ela se levanta.
Cabelos bagunçados. Moletom velho.
No rosto nenhuma marca de quem havia dormido.
A porta se abre fazendo barulho, ela então o vê.
Mãos no bolso, sorriso torto, cabelo bagunçado.
            Ela abre a boca, queria dizer o quanto odiava aquele sorriso. Ia dizer que não sentia sua falta, que estava bem, que estava sobrevivendo.
            Ele a abraça. Ela se cala. Se rende.
            Ela reconhece o seu perfume cítrico.
            Os seus braços quentes.
            Se sente em casa de novo.
            Era a mesma luz do abajur, a mesma janela, a mesma fotografia, a mesma cama, o mesmo silêncio.
            Mas já não era o mesmo vazio.
            E o relógio continuava a cantar tic-tac, tic-tac...


 "Mas o melhor do abraço não é a ideia dos braços facilitarem o encontro dos corpos. O melhor do abraço é a sutileza dele. A mística dele. A poesia. O segredo de literalmente aproximar um coração do outro para conversarem no silêncio que dá descanso à palavra. O silêncio onde tudo é dito sem que nenhuma letra precise se juntar à outra. O melhor do abraço é o charme de fazer com que a eternidade caiba em segundos. A mágica de possibilitar que duas pessoas visitem o céu no mesmo instante."
Ana Jácomo


Olá, galeraa!! 
Estou postando esse texto que escrevi noite passada, inspirada pelo silêncio, pelo escuro, pelo nada. Espero que vc's gostem!

Quanto ao que postarei daki para frente, ainda não sei... Gostaria de saber se vocês ainda querem que eu poste a continuação de Reescrevendo o amor! Por favor, deixem sua opinião neste comentário, ok?

Seus lindos, boa semana pra vc's!

Bjokinhaas! =* 



28 escreveram:

Andressa Pereira disse...

2 coisas que preciso te dizer:
1° - continue escrevendo.
2°- amei o texto!
hahah
Gata, volta a escrever, quero muito ver a continuação da fict!
Grande beijo!

Andressa Pereira disse...

ps: Amei o novo visu do blog ;D

Bruxa disse...

Bonita postagem!
Adorei o trechinho sobre abraço (é que amo abraçar e ser abraçada).
Abração esmagador e lindo dia.

Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Tudo continua lindo por aqui, inclusive sua maneira encantadora de escrever. Adorei o texto. Lindo e delicioso de ler.

Caso você opte pela continuação do "Reescrevendo o amor", não se esqueça de fazer, antes, um breve resumo para facilitar o acompanhamento.

Foi um prazer vê-la novamente em meu recanto.

Beijo.

Thalita Maia disse...

Nossa que lindo *-* Você escreve bem!

Beijos

Luzia Medeiros disse...

Menina, você escreve perfeitamente bem. Suas palavras tem um encanto singular, uma beleza insigne.Parabéns!

O conto ficou perfeito, cheguei a sentir o sentimento da personagem, o vazio por dentro, o silêncio do quarto, em fim, perfeito!

Beijos.

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Marcos de Sousa disse...

Geeeeeeeeeeeeeente, eu tinha sumido daqui. Desculpe mesmo. Tenho entrado pouquíssimo no blog.

Como sempre você escrevendo super bem. Adorei.

Prometo tentar não sumir.

The Lazy Girls disse...

Oie...
Amei o texto! *_*
Muito bom...=]
Obg pela visita lá no blog!
tem caixinha de pandora lá se vc quiser ir lá e deixar um coment...
http://falleninme.blogspot.com
Bjão

Sol disse...

Olá, moça.
Muito obrigada pela visita. A tua casa é um encanto. Bonita de se ver e de ler.

Ah! Continue escrevendo sempre, sobre qualquer coisa porque vc já mostrou que sabe colorir. =)

Meu abraço!

Juliana Guedes disse...

Nossa que lindo texto você também é muito talentosa, eu também tenho esses surtos de inspirações durante a noite.
Obrigado pelo carinho no #JAD volte sempre.
Seu blog é um encanto.
Beijos

Wagner Noya disse...

Nossa texto sensacional vc escreve perfeitamente bem, adorei o blog, primeira vez aqui já virei fã... to seguindo..

Da uma passadinha no meu blog ?
-> Estilo 4 U

Abração
Não deixe de conferir...
Divulgue seus sorteios | Facebook

Pâmela Marques. disse...

Engraçado como é gostoso ler a rotina, como é interessante ler coisas que muitas vezes achamos pequenas e escritas em forma de poesia se tornam tão grandiosas. Sempre acreditei que o abraço pudesse não somente curar, mas criar vínculos indeléveis.

Srt . Vasconcelos disse...

Acho que você conseguiu realmente expressar a noite sabe? a noite triste e sem a pessoa que a gente ama. CHEIA DE BARULHOS *-*
Acho que você deve postar sim. E deixa o link da primeira parte pra quem n leu ler.

Estamos falando de fotografia lá no blog:
http://mentesolvente.blogspot.com.br/
visita e participa da discussão se possível?

Patriny Marcelle disse...

Ai que lindo, muito intenso. Você continua escrevendo perfeitamente bem como sempre. Adorei.
Beijos minha linda

sawuelbruno™ disse...

gostei da historia, achei bem interessante, os detalhes do texto prende a nossa leitura ate o fim ^^

belo post,

Luciana Santa Rita disse...

Olá Tania,

Tudo bem? Obrigada pela visita no Navegando no Cotidiano.

Quanto ao texto, perfeito a descrição do abraço e do tic e tac.

Boa semana e beijos.

Heitor Lima disse...

Que inspiração! Deu um ótimo texto.
Trecho lindo, esse que você colocou ao final. Abraço é mesmo algo... sutilmente maravilhoso.
Enfim, gostei daqui.
Visita-me?

Marcos de Sousa disse...

O texto está perfeito e você deve continuar a escrever "Reescrevendo o amor"

Beijo

Yasmin Vizeu disse...

Parece que quando falta alguém, os barulhos e o vazio preenchem o que deveria estar ocupado... Já até perdi a conta de quantas noites dessa eu tive; acredito até que já aprendi a lidar.
Gostei do teu blog, tô seguindo!
Beijos.

Ah, não sei se chegou a votar na enquete que abri há algumas semanas sobre fazer uma fan page pro blog... Fiz a página e dá pra curtir através do blog mesmo!

Tay disse...

UOL, quanto tempo que não aparecia por essas bandas, senti falta :)
gostei bastante do texto
bjus ;*

Ana Carolina ∞ disse...

Voce escreve muuuuuuito bem!

Beijinhos
Garota Inocente

Lari Moreira disse...

Passando pra desejar uma ótima semana e avisar que tem novos posts.
Beijos
http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

Andressa Pereira disse...

Cade a Tânia? Fugindo do blog? ahsuasuha
voltaa logo! quero seus post's!

Iasmin Cruz disse...

Que lindo, continue escrevendo, irei acompanhar.

Refúgio das Palavras.

Emi disse...

Me prendeu do início ao fim. Cada cena foi tão perfeitamente detalhada que não foi difícil imaginar desde os movimentos até as feições. Amei, amei mesmo.
Amo textos sobre a noite, ela é tão inspiradora, né? Mesmo que às vezes seja vazia, triste.
Beijos!

Sonhos da Califórnia (Amanda Cianci) disse...

Por favor continue escrevendo! Você escreve supere bem, dá até um aconchego de ler sabe? É reconfortante!

Beijos, Amanda.

http://sonhosdacalifornia.blogspot.com/

Lari Moreira disse...

Que lindo e romantico *-* imaginei todas as cenas. Seria perfeito se me acontecesse algo assim!
Novas postagens em:
http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
E um desafio da leitura em: gostaria muito que participasse *-*
http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

Template by:

Free Blog Templates