sexta-feira, 30 de setembro de 2011

10º Capítulo - Parte 1

Parte anterior: Emanuelle aceita sair com Matheus. Diego conversa com Samantha sobre Gabriel e sente ciúmes do rapaz morto. Três dias que Diego não vê Lani e nem troca palavras com ela. Para ler, clique AQUI.



            Quinta-feira.
Cinco dias.
            Diego contou angustiado.
            Cinco dias que não trocava uma palavra com Lani, no colégio ela sequer o olhava. Não conseguia entender o que estava acontecendo.
            Iria atrás dela. Já tinha percebido que esperar que ela o procurasse não iria resolver nada. Lani era orgulhosa demais para correr atrás dele e ele também já estava cansado de esperar. Gostava de Lani e perdê-la não fazia parte dos seus planos.


            Lani olhou angustiada para o mar.
            Odiava tudo aquilo.
            Odiava aquele mar, aquela cidade e todos que moravam ali. Havia sentido tanta falta de tudo aquilo e dos tempos passados, mas agora percebia que não poderia jamais ser feliz ali, o passado era forte demais.
            Sentia raiva, tristeza e muitos outros sentimentos ruins que ocupavam lugar em seu peito.
            Estava com saudades de Diego, mas não tinha coragem de procurá-lo, a última conversa que tiveram fora muito forte e ela ainda se sentia magoada.
            O que fazer quando o coração aperta e pede para que alguma coisa seja feita?
            Samantha sequer a procurara para conversar, era óbvio que ela estava certa e que isso não passava de plano de Samantha para acabar com a felicidade dela. Como Diego não podia perceber isso?
            Passou os dedos lentamente na areia e deitou com os olhos fixos no céu escuro, já havia tentado de tudo, mas nada lhe tirava a angústia que insistia em dominá-la.
            Foi quando ouviu um som de violão se aproximando. Quem poderia estar tocando ali na praia?
            Assustada Lani se sentou e olhou para trás.
            Diego se aproximou cantando, sem nada dizer caminhou para perto dela e se sentou ao seu lado:
            _ “Tenho que pedir perdão porque sei que eu errei, magoei você, nessa briga eu só não queria perder, preciso mudar, mas eu não sei se posso te pedir perdão porque, sei que eu errei, magoei você, dói dar o braço a torcer...”. ¹
             Ela gostava de ouvi-lo cantar e ouvi-lo cantar para ela, a deixava ainda mais emocionada.
            Sentiu um nó apertar sua garganta, não sabia o que dizer.
            _Ando com saudades de você, de nós dois. Não entendo de distância, nem de silêncio, então, por favor, Lani, vamos logo fazer as pazes?
            Lani riu.
            _Que foi? – ele perguntou a olhando com um sorriso indefinido.
            __ Você é engraçado. – E completou séria - Gosto de você, Diego. – Ela disse tímida. – Mas na verdade não entendi o que foi isso que aconteceu entre a gente.
            _Também não entendi.
            _ E se acontecer de novo? – Ela perguntou olhando para ele.
            Diego tinha medo, mas não podia dizer isso para Lani.
            Como explicar o inexplicável? A única coisa que sabia é que não queria desistir agora, gostava dela demais para parar no meio do caminho.
            _Discutimos, você desapareceu, eu deixei que o meu orgulho fosse mais forte... Mas olha, Lani, aprendemos com isso. Aprendi que você é uma garota muito, mas muito, muito mesmo, muito orgulhosa! – Ele disse rindo.
            _Ah, engraçadinho! – Lani disse dando uma tapa em seu ombro.
            Diego se aproximou dela e tocando levemente em seu rosto disse sério:
            _Quero continuar aprendendo sobre você...
            Antes que Lani pudesse dizer qualquer coisa, Diego aproximou seus lábios dos dela.
            _Eu nem sei por que eu gosto tanto assim de você, só sei que eu gosto. – Lani disse sorrindo.
            Diego a beijou novamente:
            _Então nunca mais fuja de mim!
            Lani concordou com um sorriso bobo. 
            Tudo parecia bem novamente. Ela pensou contente.


            Sexta-feira.
            Samantha pensou observando Lani conversar ao longe com Emanuelle.
            Estava decidida. Não esperaria nem mais um dia para conversar com ela.
            Esperou que a última aula terminasse e quando Lani já estava chegando em sua casa, Samantha a alcançou correndo.
            _Lani! Quero conversar com você! Será que você tem um tempinho agora?
            Lani parou assustada.
            Contou mentalmente até três e respirou fundo.
            Não esperava por aquilo.
            _Posso? – Samantha perguntou novamente.
            Esperava por qualquer coisa, menos que Lani ficaria ali na sua frente muda.
            _Não vai jogar tinta de novo em mim, vai? – Ela perguntou amarga.
            Samantha sentiu o coração gelar.
            _Lani... Estou vindo conversar amigavelmente com você.
            _Claro! Já que eu nunca tentei fazer isso, alguém tem que fazer né? Quer dar uma de boa mocinha agora?
            _Sei que não fui muito amigável com você no começo. Mas entenda, Lani, eu estava muito chateada. Tinha esse direito!
            Lani podia sentir o coração se contorcer de dor. Não estava preparada para aquilo.
            _Claro que sim, só você tem coração, só você pode se magoar... Você me machucou Samantha, eu voltei com as feridas ainda doendo, porque caso você não saiba eu também estava magoada, também estava sofrendo, afinal perdi o meu melhor amigo, talvez o único! Mas eu coloquei a minha dor de lado pra tentar recomeçar, pra te ajudar a curar a sua dor, só que você só aumentou as feridas... Só mostrou pra mim que nada disso vale a pena! Então eu não sei o que mudou de ontem pra hoje, porque ontem você me feriu sem compaixão, me humilhou e me ignorou, e agora quer conversar amigavelmente comigo? – Lani parou para respirar, lágrimas iluminavam os seus olhos.
            Samantha continuou parada a sua frente, não sabia o que responder.
            Lani tinha toda razão.
            Queria dizer que sentia muito, que estava arrependida e pedir perdão, mas as palavras haviam fugido.
            _Não vai dizer nada? – Lani perguntou imperdoável. – Ótimo! Isso é porque você sabe que eu tenho razão e não tenho tempo pra perder com você. Não mais.

Continua ...
¹ Perdão - Henrique Cerqueira

----------------------------------------------------------------

Ando tão sumida... tanta correria.

Sinto falta do tempo em que mecher no blog era rotina. Hoje não me sobra tempo pra mais nada.

Falta de vocês.

Mas se Deus quiser, logo tudo volta ao normal.

Comentem sobre a história, ok?


bjos, bjos e muitas saudades!


 

25 escreveram:

16 Amargos disse...

estou adorando! ^~^

e a proposito quer fazer parceria com o 16 amargos?

http://dezesseisamargos.blogspot.com

Vera Lúcia disse...

Olá querida,
Você sumiu mesmo! Sinto sua falta por lá.
O desenrolar do conto está excelente.
Lamento que Lani esteja tão dura com
Samantha. Todos erramos e precisamos aprender a perdoar e dar nova chance àqueles que se mostram arrependidos.
Tenha um ótimo final de semana.
Beijos.

Carolinne disse...

Lani está certa, Samantha devia ter pensando antes de ter feito tudo aquilo.

Adoro sua história, beijos :*

Emi disse...

Ai essa Samantha, ai essa Lani. Será que um dia vão voltar a ser amaigas? Será que vai ter perdão? curiosaaaaaa

Tay disse...

Nossa tanto tempo que não leio o que você escreve. Mas estou adorando *-*
Você andou sumida mesmo D:
acho que todo mundo anda um pouquinho sem tempo hauhauahaua
bjus ;*

ONG ALERTA disse...

As pessoas quando magoadas levam um tempo...beijo Lisette.

Karina sousa ♥ disse...

Nossa que bom que você conseguiu um tempinho, pra postar mais um capitulo dessa história linda.

Espero que Lani consiga curar suas feridas e perdoar Samantha as coisas seriam mais faceis.
Bjoooo

§Anjo§ disse...

Olá Tânia! Saudadessssssssssssssss!!!!!!!
A trama esta imperdível! Quanta mágoa ainda há entre Lani e Samantha!? E que bom que Lani e Diego fizeram as pazes! Mas estou ansiosa mesmo para saber do encontro da Emanuelle!rsrsrsr
Andei doente, mal mesmo! Mas cá estou de volta, cheia de saudades dos meus amigos blogueiros!
Muitos beijinhos pra ti, grande abraço...
Bye bye
Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

Brenda Santos disse...

Poxa eu já perdi alguns capítulos, mas a história está ótima flor, parabéns...

Beijos
@tudodmenina
http://tudodmenina.blogspot.com

Vanessa Sagossi disse...

Owow! Mas eu não consigo acreditar nesse arrependimento da Samantha.

Continua.

Beijos,
Vanessa Sagossi
comentandoofilme.blogspot.com

Andressa P. Cruz disse...

OG
Como faz tempo que eu não venho aqui, aliás, que não apareço em lugar algum.
Quase me perdi na história, mas voltei pro ultimo capítulo que li e já me atualizei. Ta cada vez melhor, é legal que agente começa a ler e quando chega o fim do post agente suspira e fala "puxaa, mas já acabou?" hsuahsuhaushah
Eee menina
volta pra rotina de blog tbm viu! shuahsu
beijos

*Dany* disse...

Oieeee Taniaaaa, tudo bom amore?

Ahh linda história, pena que perdi algumas partes, vou ter que arrumar tempo pra colocar tudo em dia!!!

Bjão e bom fds pra ti e pra TODAS blogueiras aqui!

Deixe sua pétala:
http://byleona.blogspot.com

Marcos de Sousa disse...

Acho que a Lani está certa em ignorar a Samantha.


Beijos

Tatiana Moreira disse...

A sua história ganha riqueza a cada novo capítulo...
Quanto a sua ausência as vezes a vida fica um pouco tumultuada mesmo... Que em breve tudo possa se ajeitar.
Um abraço carinhoso

Rafaela Cabral . disse...

mais que história mais interessante.. gostei de ler e vou acompanhar viu? beijos

Machado de Carlos disse...

Uma emoção sempre toma conta de nós, ao ler um belo romance assim. O romance é sempre o resumo de uma vida. Vemos um filme e sentimos a emoção do autor da História ou estória. Edifica sempre um caso de amor, que será uma realidade constante.
Escreva sempre. Que bom sentir suas palavras!
Grande beijo para você também!

Bandys disse...

Taninhaa,

Saudades minha amiga.
Hoje li esse capitulo. Adorei. Vou ver se não me perco de novo.

Senti sua falta.

Deixo beijos e abraços

Ariana disse...

Estou simplesmente amando o desfecho da história.
A Lani tem que ser mais flexivel!


Beijos

Bubu disse...

Outro dia vi uma menina no twitter divulgando o seu 'livro', achei tão bonitinho da parte dela, e fiquei feliz pelo carinho que as pessoas estão tendo por suas palavras. Nunca deixe de escrever.

Carolina Hermanas disse...

AHHHHHHH,ESTOU CADA VEZ MAIS APAIXONADA POR ESSA HISTÓOOOORIA TÂNIA <3
Você vai transformar ela num livro né?Diz que sim..diz que sim :)
HAHAHAHAHAHHAHAAH *_*


É tão bom ver os personagens amadurecendo..é muuito legal <3


E EU sou sua fã,sua escritora maravilhosa,futura famosa <3



Beeijão *_*

Tatiana Moreira disse...

Oi...
Estou louca para ler a continuação...rsrs Curiosa!!!
Boas inspirações para você aí!
Um beijo carinhoso

ONG ALERTA disse...

A vida é um aprendizado talvez elas consigam...beijo Lisette.

Valéria Sorohan disse...

Como não poderia deixar de ser, o romance está ótimo de leitura agradável.

BeijooO*

Caroline disse...

Ooooh... que saudades eu estava dessas histórias lindass!!!
Tudo certinho ctg Tânia?!

Bjuus
:***

Juh disse...

Amiga
que saudades de vc,do seu blog,da estória,que por sinal está excelente,vou ter que voltar várias páginas pra não ficar perdida rsrsrs
ai menina vc anda sumida e eu mega desaparecida rsrs
tbm sinto falta de quando o blog era rotina rs
bjs

daringsgirls.blogspot.com
@juhdaring

Template by:

Free Blog Templates