quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Consolo


                                    Para melhor entendimento, leia AQUI!!!


Sai da lanchonete e fui direto para casa. Naquele momento tudo que eu queria era ficar sozinha, voltar de novo para a cama e me trancar no quarto.
_Mary?Onde você estava?Eduardo ligou te procurando, disse que tinha combinado com você de estudar...-Minha mãe foi logo dizendo assim que me viu.
Passei direto por ela tentando esconder as lágrimas que manchavam o meu rosto.
_Mary?O que aconteceu?
Não respondi.
Meus pensamentos naquele momento se encontravam muito longe dali.
Entrei no quarto e me joguei na cama... Por que as coisas tinham que ser tão dificeis? Já não bastava a dor de perder André?Tinha que ter também a dor de perder uma amiga?Eu não conseguia entender o porquê de tantos problemas.Não estava mais suportando, sentia que a qualquer momento ia ser sufocada por tudo, inclusive pela Gláucia.
Estava deitada com o rosto escondido quando ouvi uma voz atrás de mim.
_Posso entrar?
            Eduardo estava encostado na porta e parecia preocupado.Tentei limpar as lágrimas que brilhavam no meu rosto, mas era tarde demais, ele já tinha visto.
            _O que aconteceu Mary?-Eduardo perguntou caminhando em minha direção.
            _Sai daqui, Edu!-Gritei em meio as lágrimas.-Quero ficar sozinha!Sozinha pra sempre!
            Será que ele podia entender?Eu não queria que ninguém julgasse a minha dor, eu sabia que tinha errado, mas não precisava de mais ninguém pra dizer isso pra mim.
            _Mary... Se trancar de novo no quarto não vai resolver nada, você sabe disso!
            _Sai daqui, Edu!-Pedi chorando.
            Ele não me obedeceu. Pelo contrário, caminhou em minha direção e me abraçou sem nada dizer.
            Eu queria gritar, brigar, sair correndo, mas apenas me rendi e deixei que ele me abraçasse... Aquilo era um conforto para mim. As lágrimas começaram a correr mais rápidas diante do carinho e eu chorei como uma criança em seus braços.
            Assim que a crise de choro passou, ele segurou em meu queixo com carinho e disse sério:
            _Quer falar sobre o que está te atormentando?
            Balancei a cabeça concordando.
            Sentamos na cama e contei o que tinha acontecido.Eduardo ouviu atento, sem parecer em nenhum momento querer me criticar.
            Aquela cena não me era estranha, parecia que eu estava vivendo um replay... Podia me lembrar com exatidão de que apenas alguns dias atrás, estávamos ali do mesmo jeito.Eu desabafando e ele ouvindo.
            _Mary... Não precisa ficar assim tão preocupada.Daisy ficou surpresa, decepcionada, mas isso vai passar, você vai ver.
            _Não sei não.
            _Vai por mim, Mary. Isso vai passar, talvez ela só precise de um tempo, assim como você também precisou de um tempo depois de levar um fora de André.
            Ouvi-lo falar em André fez com que meu coração doesse, nesse momento tive certeza de que as feridas ainda doíam.
            Eduardo ficou de pé.
            _Vai ficar tudo bem, acredite em mim.Eu só quero que você entenda Mary, que se trancar no quarto e fugir de todo mundo não vai resolver nada.
            Respirei fundo.
            _Eu fiquei preocupado com você, combinamos de estudar e você não avisou que não iria.
            _Desculpa Edu, eu fiquei tão surpresa com a visita de Daisy que nem consegui pensar em mais nada.
            _Tudo bem. Agora eu vou pra casa, você precisa pensar e eu vou te deixar sozinha. Só não precisa preocupar, nem se trancar no quarto, vai dar tudo certo.
            _Como você pode ter tanta certeza?-perguntei.
            _Eu apenas tenho.-Ele disse olhando nos meus olhos e então se abaixando me beijou no rosto.-Tenha uma boa noite.
            Ele se virou e ia sair do quarto.
            _Ei Edu?Que beijo mais sem sal é esse?-Perguntei sorrindo.
            Ele riu e segurando em minha mão me colocou de pé. Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa seus lábios colaram nos meus e me fizeram perder o fôlego.Meu coração parecia querer sair pela boca, era muito bom tê-lo tão próximo a mim.
            _Que pouca vergonha é essa aqui?
            Eduardo se afastou assustado e eu olhei surpresa em direção a voz.

                                                                                  Continua...

33 escreveram:

O blog disse...

pq sempre tem alguem pra atrapalhar o casalzinho mais fofo aah adoro essa historia muito bom continue assim e pleasse poste logo o proximo cap

Machado de Carlos disse...

Belíssimo seu capítulo! Li em voz alta. Encenei cada voz do diálogo. Espero a continuação. Estou lhe acompanhando como se estivesse dentro da estória.
Assim é o silêncio do teu Olhar!
Um grande abraço!

Andressa P. Cruz disse...

Aposto que é a vaca da Gláucia '¬¬
ashauhsuahshaha
beijos linda.

paraiso disse...

Aí quero nem ver, sempre tem algo para atrapalhar tudo..

Nossa lindo esse verão hein, também já estou ansiosa para usar as peças novas. =D

Beijão.

Maria Lúcia disse...

Oi
Eu acho que a vozinha
é da Glaúcia Kkkkkk...
Espero que a Mary
comece a ser feliz.
Beijos...
Lúcia.

Desabafando disse...

aposto que foi a Glaucia que atrapalhou..rsrsrs..

João52 disse...

Oix minha Querida Amiga...

Desculpa não ter aparecido mais cedo mas infelizmente não me foi possivel... mas já estive a recuperar o tempo perdido e estive lendo o post anterior e este inclusive...

Esse Edu é mesmo um cara bem legal... se fosse outro, ao saber que sua namoradinha tinha beijado um outro tipo, de certo ia dar um "chute" nela, mas Edu foi mais uma vez "um anjinho caido do céu" para a Mary...

Mas quem será a voz que vem entrando naquele momento???
Será Daisy, que vem vindo perdoar a amiga? ou será Glaucia que vem estragar o clima que se havia formado???

Bom fico para ver...

Saudações Poéticas

Karina sousa ♥ disse...

Concordo com Edu , Daisy só precisa de um tempo e será que o beijo que a Mary deu no André tinha algum significado pra ele???
Não sei. Só sei que essa historia tá cada dia mais maravilhosa...
Sucesso!
Bjoos

Cadinho RoCo disse...

Na vida são muitos os momentos.
Cadinho RoCo

Jééh disse...

tava tão bom até agora sem o Glaucia :S...adorei esses ultimos posts, e nem preciso dizer que tou cada vez mais afim do Edu *--*

Meri Pellens disse...

Xiii.. Ou é a mãe ou é a Glácia...
Beijos na alma, querida!

dear sarah disse...

Suas histórias como sempre gostosas de se ler.
Gosto tanto daqui.
Um beijo querida!

Juh disse...

Amigaa
cada dia que passa o Edu consegue ficar ainda mais fofo neh,me derreto só de imaginar essas cenas entre ele e a Mary,pena que sempre aparece alguém pra estragar!
bjoks

Valéria Sorohan disse...

Está cada vez melhor. Não sei se lia um texto ou assistia a um filme.

BeijooO*

ONG ALERTA disse...

Parece que nunca vai dar certo..´paz.
Beijo Lisette

Leidiane disse...

Que liindo!
Aposto qe é a tal de Glaucia!
Tá ótima a história!
Bjoos ;*

Debbys disse...

aposto que é a gláucia ne? affeeeee

hahahaha
bjusss

Clara disse...

Nem tudo na vida é como queremos... Infelizmnete não dá pra ela ficar com a amiga e com o amor. E, pior! ela pode perder os dois... Coitada! Sorte ter um amigo com o Edu.

Larissa disse...

A mãe da Mary sabe que ela tá namorando? Só falta agora ser a Gláucia. Af, guria tosca - mas eu gosto dela. haha

Continua, continua :)

Desculpa por não ter comentado antes, mas estive fora, problemas. Mas voltei e não mais deixarei de comentar aqui.
Um beijo.

Déjà Vu disse...

A vida é a arte do encontro embora haja tantos desencontros !!
Adorei!
Vou seguir aqui!
http://momentodejavu.blogspot.com/
Segue la tb e comente qd quizer
Beijos

Thaís. disse...

Sai daqui, Edu!-Pedi chorando. Ele não me obedeceu. Pelo contrário, caminhou em minha direção e me abraçou sem nada dizer.

Se em todas as vezes que eu chovi, eu tivesse um Edu na minha vida, as coisas ficariam tão mais fáceis.

Tania, fico aqui curiosíssima pra saber quando eles ficarão juntos, de uma vez. Acho que será lindo. E eu espero.

P.S: Obrigada sempre pelos comentários doces.

Deixo um beijo carinhoso!

Tatá disse...

essas pessoas que gostam de atrapalhar ein?
tck tck! siahsuiahis

Tatá disse...

eu gosto do que tu escreves!

paraiso disse...

São super práticos, nossa tenho usado bastante.

Beijão e esperando a continuação =D

Vicky Doretto disse...

Gostei muito desse capítulo! quem era no final??? to curiosa ^-^

bjão

@juusep disse...

AI AI AI!

*Dany* disse...

Ahhh oiee Tâniaaaa, enton como ando passando aqui bem rápido mal da tempo de comentar mas estou lendo sempre rsrsrs. Amo sua história e aposto que é a Glaucia, será!? rs


Bjps e boa semana

Thiara Ribeiro disse...

Pronto, agora a mãe da Mary vai começar implicar...será?

;*

Valéria Sorohan disse...

Tania, lembro-me de ter deixado um comentário, porque não perco um só post desse romane, mas não o vi aqui.

BeijooO*

Drizana Ribeiro disse...

Quem é o estraga prazeres da vez??????? Afff!! Deixa Mary e Edu serem felizes !!!!!!
Adorei o capítulo Tânia ! Super Emocionante !!!!!!
Bjs,Dri!!!

Géssica disse...

Iii la vem mais uma coisa pra atrapalha tudo :T




até...
ps: se cuida

Thaisa Schelles disse...

Essa história fica cada vez melhor, você esta sempre de parabéns, sabe exatamente como nos envolver nessa história toda!

Desculpe a ausência, mas tenha certeza de que sempre que arrumo um tempinho, esse cantinho aqui é um dos primeiros a serem visitados!
;**

Tatá disse...

cade a continuação ? *----------*

Template by:

Free Blog Templates