sexta-feira, 15 de abril de 2011

6º Capítulo - Parte 2

Parte anterior: Samantha e Diego conversam e fica tudo bem. Diego tenta conversar com Lani, pedir desculpas.. mas ela não aceita. Para ler clique AQUI!

 
Lani olhou para sua mãe que colocava a comida sobre a mesa e ela devolveu o olhar com um sorriso:
_Como foi o primeiro dia de aula? – Gilda perguntou voltando o olhar para a mesa.
_Normal. – Lani disse se jogando na primeira cadeira. Não estava nem um pouco interessada em falar sobre o seu dia, mas sabia que a mãe perguntaria sobre tudo.
_Fez alguma amizade nova?
_Conhece Emanuelle? – Lani perguntou revirando os olhos.
_Não conheço todo mundo dessa cidade.
_Ela grudou em mim lá e não desgrudou mais. Acho que vou ter que suportá-la por muito tempo.
_Mas você não gostou dela?
Lani fez bico e começou a roer o esmalte vermelho da unha.
Emanuelle era totalmente diferente de Samantha, talvez esse fosse o problema. Lani queria a amizade de Samantha de volta ou uma amizade muito melhor. Mas Emanuelle era uma garota comum, bonita, mas nada que chamasse a atenção ou atraísse olhares e o jeito dela conversar era diferente, às vezes enjoativo, sem contar que ela usava aparelho, o que a deixava parecida com uma adolescente do ensino fundamental.
Lani queria uma amiga alta, linda, sensacional e que todos os olhares se voltassem quando ela passasse. Alguém como Samantha. Lani sabia que só iria conseguir causar inveja em Samantha se conseguisse alguém melhor do que ela, e ela queria uma amiga que fizesse Samantha morrer de inveja.
_Eu não sei. – Lani disse desinteressada. – Por que ela não largou do meu pé? Não tem amigos? Se ela não tem, então é porque ela nem é tão legal assim.
_Mas Lani, você não pode escolher um amigo pela quantidade de amigos que essa pessoa tem.
_Claro que sim, mãe! Se uma pessoa tem muitos amigos então é porque ela é legal! Não é?
_E você tem muitos amigos? – Gilda perguntou séria.
Lani ficou de pé com raiva:
_Não estamos falando de mim, estamos falando de Emanuelle! Além do mais... Ah, nem sei!
Gilda começou a rir:
_Você gostou dela não é? Eu te conheço Lani, você gostou dela.
_Não disse isso. – Lani disse revoltada e caminhando até a pia ligou a torneira.
_Se você não tivesse gostado dela você não estaria tão revoltada agora. Qual é o problema em ter amigas, Lani? Qual é o problema em fazer novas amizades?
Lani caminhou até a mãe e respirou fundo:
_Queria alguém que pudesse fazer confidências sem me preocupar e eu não sei se posso confiar em Emanuelle, ela fica perguntando muito, às vezes me parece uma fofoqueira. A verdade, mãe, é que eu queria a amizade de Samantha de volta.
Gilda a olhou séria:
_Confiança se constrói com o tempo. Você conversou com a garota hoje, é claro que ainda não da pra confiar... Mas com o passar dos dias você vai saber se pode confiar nela. E sobre Samantha, a amizade dela te fazia muito bem, mas expirou não é?
_Expirou?
_É, Lani. Acabou e eu acho que você tem que entender isso. Às vezes coisas boas acabam sem que possamos entender, mas elas acabam para que coisas melhores aconteçam, acredite em mim.
_Mas e se eu tentasse mais um pouco? Talvez se eu insistisse ela voltaria a ser minha amiga.
Gilda colocou a mão no ombro da filha:
_Ficar insistindo agora não vai resolver nada e você não pode ficar esperando o resto da vida pela amizade dela, além do mais, quem disse que você não pode ser amiga de Emanuelle e ser amiga de Samantha também? Uma coisa não exclui a outra.
Lani mordeu o lábio inferior enquanto pensava.
_Laninha, não sei por que a amizade acabou, nem sei como está a situação de vocês... Mas independente de tudo isso, acho que o importante sempre é seguir em frente.
_Eu sei.
_Você não quer me contar o que aconteceu? Talvez eu possa te ajudar.
Lani caminhou até a porta e olhou para a mãe:
_Vou tomar um banho, depois conversamos mais.
Sem esperar resposta saiu.
A última coisa que queria conversar com a mãe era sobre os erros do passado.


A praça, que ficava de frente para o colégio, estava cheia de alunos quando Lani chegou para a aula extra. A primeira pessoa que ela viu foi Emanuelle, ela estava sentada na grama com uma turma de rapazes e moças. Emanuelle estava com o cabelo solto que caia delicadamente sobre o rosto e ela ria enquanto conversava com uma menina sentada ao seu lado.
Lani parou perto do portão e ficou a observar Emanuelle.
Ela vestia um vestido branco com estampas delicadas de flores, no braço um bracelete e no dedo um anel. Uma coisa não podia ser negada, ela era muito bonita.
Lani estava viajando em pensamentos quando viu Emanuelle ficar de pé e caminhar em sua direção:
_Lani! Que bom que você já chegou! E aí? Animada?
_Um pouco. – Lani respondeu sem graça. Será que Emanuelle havia notado que ela a estava observando?
_Lani, a galera combinou de ir pra lanchonete hoje, vamos comemorar o primeiro dia de aula. – Emanuelle disse animada enquanto caminhavam para o pátio.
_Nossa... Tudo é motivo de comemoração por aqui né? – Lani disse com amargura ao se lembrar do convite que recebera de Diego.
Emanuelle a olhou surpresa.
_Que galera? – Lani perguntou tratando logo de mudar de assunto.
_O pessoal do colégio, amigos meus. Eu acho que seria bacana se você fosse, tenho certeza que você vai adorá-los! – Ela disse animada.
_Então você tem amigos? – Lani disse sem pensar.
Emanuelle a olhou ainda mais surpresa:
_É, eu tenho. Por que eu não teria?
Lani a olhou e antes que pudesse evitar, a verdade escapuliu da sua boca:
_Porque você não desgrudou de mim hoje de manhã e eu não te vi conversando com mais ninguém.
Emanuelle afastou o cabelo do rosto, na verdade estava tentando prolongar o tempo até achar uma resposta adequada:
_Não sei se você percebeu Lani, mas era você quem estava sozinha! E não sei se você percebeu também, mas a única cadeira vazia na cantina era a que estava de frente pra você. Totalmente fora de cogitação estudarmos na mesma sala, sentarmos uma de frente para a outra na cantina e não conversarmos. Depois disso fiquei perto de você porque estudamos na mesma sala e quando a aula terminou caminhei até o portão com você. Agora se isso estava te incomodando, por favor, me desculpe. Só achei mesmo que poderíamos ser amigas.
Emanuelle esperou que Lani dissesse alguma coisa, talvez um pedido de desculpas. Mas Lani continuou calada sem saber o que dizer. Sem pensar duas vezes Emanuelle virou as costas e se afastou sem olhar para trás.
Lani respirou demoradamente e fechou os olhos.
O que tinha feito? Onde ela estava com a cabeça de conversar daquele jeito com Emanuelle?
Passou apressada pelo pátio que estava cheio de estudantes e caminhou até o banheiro feminino que estava completamente vazio.
Olhou-se demoradamente no espelho.
Olhos inteiramente vazios, o cabelo loiro estava bagunçado e caia alguns fios sobre o rosto, os lábios pálidos e o rosto denunciavam cansaço. Diante daquela visão de si mesma, Lani cobriu o rosto e chorou.
Por que tinha que fazer tudo sempre errado?
Não bastava ter perdido a amizade de Samantha, agora tinha que afastar as pessoas que só queriam sua amizade? Não havia nada de errado em Emanuelle, então qual era o problema?
Lani deixou que a dor apertasse o peito.
Ela já sabia a resposta, o problema era ela.
Podia aparecer qualquer pessoa querendo sua amizade, mas Lani tinha medo de confiar e de errar de novo.
_O que eu vou fazer agora? – Lani perguntou para sua imagem no espelho.
Lágrimas desceram calmamente pelo seu rosto, deixando este ainda mais cansado.
“Essa não sou eu.” Lani pensou enquanto puxava o cabelo para trás e prendia num rabo de cavalo, estava tentando de alguma forma voltar a ser a Lani alegre e divertida que já tinha sido.
Frustrada, percebeu que não seria o cabelo preso que devolveria a alegria aos seus olhos e a beleza ao seu rosto. Ela precisava de alguém, de um abraço, de uma mão para segurar, alguém que pudesse confiar. Cansada, deixou que o cabelo caísse novamente sobre os ombros e sobre o rosto. Lágrimas frias e tão vazias quanto os seus olhos voltaram a manchar o seu rosto, se dando por vencida, ela chorou.
_Nino, sinto sua falta. – Sussurrou.
Foi então que ouviu passos no corredor, apavorada lavou rapidamente o rosto e depois de secá-lo saiu do banheiro.
Forçou um sorriso e caminhou para a sua aula de desenho.
Quem sabe com um sorriso forçado a verdadeira Lani não retornaria lhe trazendo sorrisos de verdade? 

Continua   




28 escreveram:

''Tay' disse...

Acho que a Lani fez errado em afastar a Emanuelle assim.
Estou adorando a fic.

bjus =*

Lolis disse...

Éh, Lani...espero que mude a sua atitude para com a Emannuelle e esqueça a Samantha que não está nem ai para ela, que é egoísta e não soube perdoar!
Esperemos que as coisas melhorem! Principalmente para o Diego e a Lani...
:D

Brenda Santos disse...

Nossa!
Lani está bem perturbada, acho que ela deve desculpas para Emanuelle...

Beijos
http://tudodmenina.blogspot.com

Karla Thayse disse...

Oi tânia, obrigada pela visita e pelo carinho viu!

A comparação com os escritos de Caio me deixou lisongeada, sou super fã dele.

Volte sempre que quiser ao blog flor, será um prazer te receber por lá.

Tenha uma linda semana,

Beeijo

» Cynthia Brito! disse...

Oi Tania...
Que legal você no meu Jardim. Bom, há um tempão não venho aqui. Resumindo: parei de ler "No silêncio do teu olhar". É triste, mas tive que parar, então, quando tiver tudo pronto por aqui venho ler - acho que fica mais viciante. Sabe, é que às vezes nem sempre eu posso entrar nos blogs que eu gosto pra ler o que as pessoas escrevem. Eu não fico feliz com isso, e sei que muitos podem até pensar "poxa, é só um tempinho do seu dia"... mas quem passa por essas mudanças na vida sabe do que eu falo. Um tempinho dá pra fazer tanta coisa, dentre elas, descansar. É, ultimamente, eu tenho andado muito cansada. Cansada pra tudo, inclusive cansada dessa vida tão medíocre e chata (me refiro à vida como "pessoas, vidas", em geral).

Enfim, me desculpa por não estar acompanhando, ta bom? Eu sei que a história é ótima, os personagens são lindos, e você escreve muito bem. Até adorei os detalhes quanto a apresentação dos personagens logo no início... Mas, espero que entenda meu lado.

Obrigada por todas as suas visitas, apareça em meu blog quando puder, será sempre um prazer lhe receber por lá :D

Fica com Deus, beeeeijo.

Cristina Lira disse...

Oiiii! Tudo bem?
amei passar aqui e me encantar com a postagem, viu? É sempre aconchegante vir aqui.
Bjos no coração e um excelente fim de semana.

Juuh Nascimento disse...

Nossa me senti Emannuelle agora :S rs,s
A Lani esta tao traumatizada que acaba sendo fria com as pessoas que estao se aproximando. Mas que bom que a Emanuelle pode dar esse tapa sem mao nela, de repente assim ela acorda.

Ps. Flor obrigada pelo carinho, graças a Deus estou melhorando, aos pouquinhos as coisas vao se normalizando.
Senti mtas saudades tbm!

Tenha um lindo fim de semana!
Bjs & abraços!

Bandys disse...

Taninha,
Vim deixar um beijo e desejar um dia cheio de paz.

Esse eu não estou acompanhando.(problemas de doeça na familia, reduziu meu tempo no pc)mas já esta tudo bem.

meus instantes e momentos disse...

vou voltar para ler tudo que aconteceu antes...
tenha um domingo feliz
Maurizio

Desabafando disse...

Xiii...nao gostei da Lani se afastar da amiga nova.

Monique Premazzi disse...

Eu acho que a Lani ta começando a ficar chata. Isso dela com a Samantha, ta ficando chato! Ela tem que superar aquela garota e se tiver que ser, vai ser. Ficar insistindo e se lamentando por causa disso, não vai adianta nada. Ainda mais por uma pessoa que não está nem ai para ela nesse momento, diferente da Emanuelle que parece ser muito legal.
Espero que a Lani tome um rumo, ou eu vou meter a porrada nela! KKKKKKKKKKKKKK n To revolts hoje!

Beijinhos, esperando a proxima parte.

Marcos de Sousa disse...

Muito obrigado Tania. Seus textos também são ótimos.

Não vou comentar sobre este post. Estou no capítulo 4 ainda... Mas estou gostando bastante.

Beijos

Hely ° disse...

Ainn Tânia...me deixou triste,
não gosto de ver Lani assim...
sempre muito presa ao passado,
aiaiii...quando ela vai perceber o
presente que a espera para ser
desembrulhado?

Adoro teu espaço flor...tô viciada
na história...e estou a esperar!

Bjaum.*.*.

Juh disse...

Ah eu acho que a Lani está magoada,ressentida e têm razão de não confiar na primeira pessoa que aparece,a Emanuelle tá sendo bem legal,mas ngm sabe qual é a verdadeira intenção dela!
Bjs

Drizana Ribeiro disse...

Ai que profundo !!!!!!!
Own Lani, porque você fez isso com Emanuelle? Espero que vcs façam as pazes, Emanuelle pareçe ser uma boa amiga! Claro que ela não é igual a Samantha mas ainda sim, é uma boa amiga e talvez seja até melhor que Samantha!
Tô adorando a históriaaaaa !
Demais !

Boa Semana!
Bjs, Dri !

Machado de Carlos disse...

Achei sensacional este capítulo! A conversa da garota com a mãe tornou-se uma sessão de psicologia. Precisamos sempre de uma conversa assim.
Parabéns! Aplaudo-lhe!

Beijos

Debbys disse...

meio estranha essa Lani..
bjsss

Cristina Lira disse...

Oiiii.....

Quanta criatividade!!! Adoro passar aqui e me encantar com a história...tá excelente....

Bjos no coração e tudo de bom pra ti...

Valéria Sorohan disse...

Realmente uma pessoa perturbada essa moça. Logo ela que precisa de amigo, faz pouco caso de alguém que tenta se aproximar. Isso não se faz.

BeijooO*

Juuh Nascimento disse...

Minha querida, passando para desejar uma
linda semana!!

Bjs & abraços!

Pamela Dal'Alva? disse...

Opa!!
Tania vc aceita parceria?

Pamela Dal'Alva? disse...

Oie. ^^
então ja vo colocar seu banner la. kisu coloque o meu.

Jaqueline disse...

:(

Estou saindo pra trabalhar agora, quando eu voltar vou ler a primeira parte. Adoro essas histórias de várias partes que vcs blogueiras com esse dom lindo tem.

Beijos

Karina sousa ♥ disse...

É acho que está na hora da Lani mudar, e pedir perdão a Emanuelle.
Está na hora dela começar a ser feliz.
beeijoos ;)

Dani Z disse...

Li rapidamente...
mas sobre o comentário no meu blog
tá difícil pra mim também
hehe
obrigada pela palavra amiga
beijo

*Dany* disse...

Oieeee, desculpa as sumidas é que a vida está corrida... facul, procura por estágio, finalização do livro de poemas!!! Omg! rs. Mas non me esqueci de passar aqui!!!

Boa páscoa, muito chocolate... e non se esqueça de passar pelo meu cantinho, que tem poesia nova lá!
Kisses XD
byleona.blogspot.com

Ellen_krys disse...

Oi querida,só vim dar um alô!Faz tempo k n passo por aki,está muito Bonito o Blog,amei.Assim k tiver um tempinho venho ler tudinho e acompanhar.
Mil bjokas.

Amanda disse...

Adorei *-*
Visitando aqui de novo, fazia tempo que não vinha aqui T-T, Beijinhoss ;*

Template by:

Free Blog Templates