sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Sexta-feira 13


Olhei para a mesa e sorri satisfeita.
 Sim, dessa vez não havia nenhuma carta anônima para mim. Suspirei aliviada e sorri sozinha...
Isso só demonstrava que eu e minhas amigas estávamos erradas á respeito de ser toda sexta o dia dele mandar a carta.
Cheguei em casa cantarolando feliz, finalmente o pesadelo tinha acabado.
Mal podia imaginar o que me esperava.
Despedi de Caco e ia entrar em casa quando um envelope dourado no chão do quintal chamou minha atenção.
Abaixei e o peguei, o envelope além de ser dourado tinha corações vermelhos espalhados por todo ele.
Senti meu coração bater mais forte, eu estava errada... O garoto anônimo não se esquecera de mim, a prova é que eu estava com a terceira carta dele na minha mão.
Corri para o quarto e me tranquei, queria ler a carta sem ser interrompida.

 Maravilhosa Mary

Estou te escrevendo apenas para te lembrar que te amo muito!
Sei que você deve estar pensando que sou um frouxo por não ter coragem de chegar pessoalmente em você, mas é que sou bem tímido e sei também que jamais conseguirei concorrer com o Caco.
Eu ainda aparecerei para você, e te farei a mulher mais feliz do mundo.
Descobri onde é a sua casa por acaso... Por favor, não pense que sou um lunático, sou apenas um apaixonado!!
Te amo!!!
Ass.: Alguém que te admira desde sempre.


 
Ao terminar de ler a carta um vazio ocupou meu ser, não sei explicar o que aconteceu, só sei que me joguei na cama, comecei a chorar e não conseguia mais parar...
Por quê?Por que tinha que aparecer esse ser misterioso?Eu estava tão bem com Caco... Ai que droga!
Eu não entendo o porquê de certas coisas acontecerem.

1 escreveram:

Tay'' disse...

\õõ/
gostei,adoro histórias que envolvem mistério.
bjus ;*

Template by:

Free Blog Templates